Drama Club

Procurando incentivar alunos e ex-alunos a praticarem o inglês fora das salas de aulas tradicionais, nasceu no Centro Cultural Brasil Estados Unidos Campinas em 1992, o Drama Club.

O que era no início um grupo pequeno de seis pessoas tomou maiores proporções, com mais de 60 integrantes, entre atores, bailarinos e equipes de cenografia, cenotécnica, figurinos, sonoplastia e afins, sob a direção do professor Antonio Sérgio Gomes.

Para que isto fosse alcançado, o grupo vem caminhando desde então através de montagens cada vez mais bem sucedidas, sendo elas:

1992 – “American Clowns” – Uma encenação de poesias em inglês sobre a amizade, marcando a estréia do grupo.

1993 – “Threes Company” – Reprodução de um episódio do seriado americano.

1994 – 1o Semestre – “Cats”. / 2o Semestre – “A Chorus Line”.

1995 – “Grease” – Devido ao rápido aumento do elenco e da maior complexidade das peças, o projeto sofreu alterações. Nesse ano, foi consolidado o gênero “musical”.

1996 – “Les Misérables” – Quando as montagens do Drama Club já não cabiam nas dependências do CCBEUC devido ao número de pessoas no elenco e ao sucesso de público, o grupo partiu para novos palcos. Apresentado no Teatro D. Nery.

1997 – “Miss Saigon” – O grupo dá mais um salto, desta vez para apresentar no Centro de Convivência Cultural de Campinas, passando a ser referenciado no circuito cultural da cidade. Além disso, inicia o ciclo de reapresentações no semestre seguinte ao da estréia de cada nova montagem.

1998 – “Cats” – Remontagem com maiores dimensões e recursos, marcado pelos efeitos especiais, pelo figurino e pelas singulares técnicas de maquiagem. Apresentado no Centro de Convivência.

1999 – “Les Misérables” – Remontagem em três meses da adaptação da grande obra literária de Victor Hugo. Apresentado no Centro de Convivência, em Campinas.
2000 – “Jekyll and Hyde – O médico e o monstro” – Um dos maiores desafios para o Drama Club e para as equipes de cenografia, cenotécnica e figurino, que criaram o “Dramatwork” – equipe de backstage. Esta montagem revelou novos talentos entre os atores. Apresentado no Centro de Convivência.

2001 – “Footloose” – Na virada do século, o maior desafio para o Drama Club marca um ano de intensas mudanças dentro e fora do grupo. Saindo de uma história densa digna de um thriller – Jekyll and Hyde -, Footloose se consolida como um espetáculo com uma trama divertida e coreografias explosivas, em que o maior elenco da história do Drama Club (52 pessoas) vem para levantar o astral e fazer o público sair dançando do teatro. Apresentado no Teatro Castro Mendes

2002 – “A Chorus Line”

2004 – Apresentação do Drama Club na 7a. Semana de Cultura Americana.

2005 – “The Phanton of the Opera”

2006 – “Miss Saigon”

2007 – “Jekyll and Hide”

2008 – “Cats”

2009 – “Little Shop of Horrors”

2010 – “Mamma Mia”

2011 – “Les Misérables”

2012 – “The Phanton of the Opera”

2013 – “Mamma Mia”

2014 – “The Lion King”

2015 – “A Bowl Full of Dreams”

(Visited 118 times, 1 visits today)