A língua inglesa é imprescindível nos dias atuais, pois a globalização faz com que se torne algo fundamental. O inglês é a língua internacional, a língua dos estudos, das viagens, dos negócios, a língua da comunicação com todo o mundo.

Todos os dias nós convivemos com uma série de palavras em inglês, daí percebemos a importância e a influência que exerce sobre a nossa cultura. Note quantas palavras em inglês que usamos em nosso cotidiano:

Jeans, shopping center, pet shop, lan house, pit stop, pen drive, notebook, laptop, palmtop, internet, web site, windows, word, download, big, delivery, baby, look, fast food, fashion, e-mail, messenger, outdoor, hot dog, milkshake, light, hamburger, drink, happy hour, diet, light, fitness, crazy, show, rock, design.

No mercado de trabalho, o inglês virou atributo essencial para a conquista da maioria das vagas de nível universitário. Quantas vezes você já ouviu alguém dizer: “perdi a oportunidade, pois não sei inglês”. Pois é, mesmo que o candidato não vá utilizar o inglês ou vá utilizar muito pouco em seu novo emprego, somente o fato de saber inglês, já é um diferencial em seu currículo. Pesquisas salariais revelam que o salário de uma pessoa que tem um segundo idioma é de 30% a mais em relação ao salário de outra que tenha apenas um idioma.

Com a globalização, muitos brasileiros têm ido ao exterior para estudos, negócios e férias. Da mesma forma muitos estrangeiros também têm vindo para o Brasil com as mesmas finalidades. Nestas horas qual a língua mais comum que utilizamos para comunicar-nos com os estrangeiros? O inglês.

Apesar de haver muitos profissionais com inglês no currículo, a maioria se enquadra no nível básico para o intermediário, portanto ter fluência nesta língua ainda é um diferencial bastante competitivo para conseguir postos mais altos. Por isso se você quer entrar no mercado de trabalho e ganhar bem, dedique-se a aprender o inglês ou outra língua estrangeira. Devido ao MERCOSUL, o espanhol também tem ganhado bastante importância nos últimos anos.

Não existem métodos milagrosos nem escolas excepcionais que o tornarão num “expert” em inglês em pouco tempo. Na realidade, é um estudo longo que dependerá apenas de seu esforço e vontade de querer aprender cada vez mais. Minha dica é utilizar diferentes métodos para estudar outro idioma, como filmes, músicas e livros que sejam de seu interesse, ou seja, algo que você goste e que dê prazer em estudar, pois somente uma sala de aula com livro didático e um professor, apesar de extremamente necessários, não é o suficiente.

Via

(Visited 99.454 times, 323 visits today)